POEMAS, PÉTALAS E VENTOS!
TENHO SÉRIOS POEMAS NA CABEÇA (Autor: Pedro Salomão)
Capa Textos Áudios Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato
Textos
O POETA E A FLOR II
Uma flor inefável dócil e perfumada.
Um poeta galerno por ela apaixonado!
Uma açucena branca de cor encantada.
Um poeta puro, simples, por ela impregnado.

Uma flor diva que trescala perfume.
Um poeta insinuante por ela se impressiona!
Uma Açucena que o faz seu lume.
Um poeta magico que em poesia, se resume.

Uma flor intangível de elegante graça.
Um poeta profuso pelo seu esplendor!
Uma flor ebúrnea que a vida lhe madraça,

Um poeta polido ofertando-lhe amor!
Uma flor canora que está sempre na praça
Tornando-lhe um poeta; poeta, encantador!

Jeovan Rangel
Enviado por Jeovan Rangel em 16/07/2020
Alterado em 26/08/2020
Comentários